Sociedade Civil reunida no combate a violencia em Santa Helena

audienciaUma onda de violentos crimes esta deixando os moradores da pacata Santa Helena aterrorizados, e o pior disso tudo é que nada esta sendo feito para combater essa criminalidade; de acordo com o levantamento da policia militar, no município de Santa Helena e Turilândia de janeiro a junho deste ano (2014), foram registrados dezessete (17) prisões por trafico de drogas, trinta e oito (38) por furtos, seis (06) flagrantes de assalto a mão armada, nove (09) veículos roubados, uma (01) tentativa de homicídio, quatro (04) foragidos recapturados e oitenta e sete (87) pequenos casos encaminhados para a delegacia; isto sem falar dos casos investigados pela policia civil. Isso só nos dados levantados no quartel da PM em Santa Helena. E mesmo assim a violência nos municípios não para de crescer, mesmo porque nenhum suspeito que faz parte destes números permaneceu preso.

Nesta segunda feira dia 15, como já publicado no blog, a população de Santa Helena e Turilândia interditaram a ponte José Sarney, que liga os dois municípios, reivindicado a não obrigatoriedade do uso do capacete para motociclistas, alegando que o capacete é usado como mascara pelos marginais para efetuarem seus crimes, e com a não obrigatoriedade do uso, os criminosos seriam reconhecidos quando praticassem seus crimes; após muito dialogo , o pedido foi aceito pelo 10BPM que determinou o relaxamento da fiscalizações aos condutores de motocicletas no uso do capacete, contrariando o Código Nacional de Transito que obriga todos os condutores de motocicleta a usarem o capacete, e tornando assim o município de Santa Helena, que outrora um exemplo em organização no transito, reconhecido em todo o estado do Maranhão, em um verdadeiro caos. audiencia2

Visando conter o avanço desse caos, o poder legislativo convocou em caráter de emergência, uma audiência publica reunindo representantes da sociedade civil, poder executivo, judiciário e toda a população, afim de por um basta na desordem que se instalou no município; a população mais uma vez compareceu, juntamente com os vereadores Marcelo Marques (presidente da câmara), Capim, Kajoca, Morinho, Neto Torres e Zeca do São Pedro, o poder executivo representado pelo secretário extraordinário de governo, Agamenon Weba, a policia militar representado pelo comandante da PM em Santa Helena, Capitão Fábio, representantes da Associação Comercial na pessoa do seu presidente Marcone Araujo, a Igreja Católica representada pelo Padre Domingos, Sindicato dos Trabalhadores Rurais pelo seu presidente Aurino; mais para a frustração de todos que estavam ali, o judiciário, peça fundamental nesse debate, simplesmente faltou.

De acordo com o capitão Fábio, comandante da PM em Santa Helena, os policiais estão fazendo e muito a sua parte, pois com um contingente de 15 policiais que cumprem uma escala de serviço de 24/48h, em patrulhas de 5 policias sendo que 3 em Santa Helena e 2 em Turilândia em 2 viaturas sendo que uma delas totalmente sucateada; mesmo com toda essa dificuldade os policiais vem fazendo um brilhante serviço comparando com o numero de habitantes nos dois municípios onde em Santa Helena tem um pouco mais de 40 mil habitantes e Turilândia com mais de 20 mil, e que as prisões estão sendo feitas, como mostrado acima, o problema é que os PMs prendem os suspeitos e a justiça manda soltar, quando não, os elementos acabam fugindo, uma pratica que vem se tornando habitual em Santa Helena é que a PM prende o elemento pego traficando drogas ou cometendo outros delitos e no dia seguinte torna a prender o mesmo elemento praticando o mesmo crime e assim por diante. Capitão Fábio ressaltou ainda a importância de outros órgãos importantes no combate ao crime, como a policia civil na agilidade das investigações, o conselho tutelar no controle de crianças e adolescentes em bares e festas e a sociedade civil como um todo nas denuncias.

Em entrevista o vereador Capim disse que segurança é uma questão bastante complexa em todo o país e em Santa Helena não seria diferente, mais que todos os vereadores tanto da oposição como da situação estão unidos em levar a população de Santa Helena um pouco mais de segurança, e que os mesmo iram levar até o secretário de segurança publica, as exigências adotadas na audiência, com mais contingente de policias militares e novas viaturas, um delegado titular e que permaneça nos finais de semana, reforma da delegacia e o aumento dos agentes, e outra medidas que foram sugeridas na reunião.

A população de Santa Helena espera que esta audiência publica possa realmente trazer algum resultado, pois do jeito que ta, não pode ficar!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s