Confirmada renúncia da governadora Roseana Sarney

roseana_sarney_25Roseana confirmou para três políticos bem próximos do senador José Sarney que vai mesmo renunciar ao cargo de governadora. Ela marcou como data fatal até 5 de novembro.

A governadora só vai renunciar oficialmente depois que entregar as avenidas Via Expressa e VI Centenário em São Luís e mais dois hospitais no interior do Estado. Ela tem reclamado que não aguenta mais as queixas de que foi a responsável por naufragar seu grupo político nesta última eleição e as cobranças de obras executadas e não pagas até hoje.

Roseana, juntamente com o marido, filha e netos pretendem morar fora do Brasil ainda no mês de novembro.

A governadora será substituída pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo. No lugar dele, na presidência do parlamento maranhense, vai assumir o deputado reeleito Max Barros.

FONTE: Blog do Luís Cardoso

Os 10 candidatos a deputado estadual mais bem votados em Santa Helena

01 – Adriano Sarney — 2.710 votos

02 – Zé Inácio — 2.663 votos

03 – Heméterio Weba — 1.530 votos

04 – Edson Araujo — 927 votos

05 – Josimar de Maranhãozinho — 695 votos

06 – Ricardo Rios — 596 votos

07 – Glaubert Cutrim — 333 votos

08 – Bira do Pindaré — 146 votos

09 – Junior Verde — 94 votos

10 – Andreia Murard — 73 votos

Os 10 candidatos a deputado federal mais bem votados em Turilândia

01 – Chiquinho Escórcio — 2.673 votos

02 – Pedro Fernandes — 1.511 votos

03 – Eliziane Gama — 615 votos

04 – Zé Reinaldo — 390 votos

05 – Victor Mendes — 333 votos

06 – Cleber Verde — 47 votos

07 – Waldir Maranhão — 38 votos

08 – Roberto Filho — 32 votos

09 – João Marcelo — 31 votos

10 – Aluisio Mendes — 24 votos

Os 10 candidatos a deputado estadual mais bem votados em Turilândia

01 – Glaubert Cutrim — 3.341 votos

02 – Josimar de Maranhãozinho — 2.125 votos

03 – Edson Araujo — 565 votos

04 – Heméterio Weba — 132 votos

05 – Ricardo Rios — 108 votos

06 – Adriano Sarney — 62 votos

07 – Zé Inácio — 55 votos

08 – Bira do Pindaré — 46 votos

09 – Raimundo Cutrim — 26 votos

10 – Othelino Neto — 24 votos

Veja a relação dos 42 deputados estaduais eleitos ontem no Maranhão

1º Josimar de Maranhãozinho (PR) – 99.252

2º Glauber Cutrim (PRB) – 85.984

3º Ana do Gás (PRB) – 78.287

4º Andrea Murad (PMDB) – 77.889

5º Dr. Antônio Pereira (DEM) -73.353

6º Humberto Coutinho (PDT) – 67.982

7º Roberto Costa (PMDB) – 57.559

8º Edilázio (PV) – 56.239

9º Edson Araújo (PSL) -55.269

10º Nina Melo (PMDB) – 52.979

11º Léo Cunha (PSC) – 50.828

12º Max Barros (PMDB) – 49.495

13º Adriano Sarney (PV) – 48.463

14º Sousa Neto (PTN) – 48.118

15º Eduardo Braide (PMN) – 47.519

16º Carlinhos Florêncio (PHS) – 42.032

17º Stênio Rezende (PRTB) – 41.857

18º Rigo Telles (PV) – 41.016

19º Bira do Pindaré (PSB) – 38.829

20º Zé Inácio (PT) – 38.753

21º Ricardo Rios (PEN) – 38.575

22º Rogerio Cafeteira (PSC) – 37.229

23º Neto Evangelista (PSDB) – 36.297

24º Cesar Pires (DEM) – 36.221

25º Alexandre Almeida (PTN) – 36.021

26º Fábio Macedo (PDT) – 35.770

27º Paulo Neto (PSDC) – 34.580

28º Raimundo Cutrim (PCdoB) – 33.760

29º Valéria Macedo (PDT) – 33.159

30º Vinicius Louro (PR) – 32.870

31º Junior Verde (PRB) – 32.223

32º Edvaldo Holanda (PTC) – 31.688

33º Professor Marco Aurélio (PCdoB) – 30.900

34º Sérgio Frota (PSDB) – 30.525

35º Graça Paz (PSL) – 30.313

36º Othelino Neto (PC doB) – 30.196

37º Fábio Braga (PT do B) – 29.612

38º Heméterio Weba (PV) – 27.459

39º Francisca Primo (PT) – 27.330

40º Welington do Curso (PPS) – 22.896

41º Dr. Levi Pontes (SD) – 19.603

42º Cabo Campos (PP) -19.298

Conheça os deputados federais eleitos ontem no Maranhão

1º ELIZIANE GAMA (PPS) – 133.575

2º HILDO ROCHA (PMDB) – 125.521

3º RUBENS PEREIRA JÚNIOR (PC DO B) – 118.115

4º CLEBER VERDE (PRB) – 105.243 – REELEITO

5º SARNEY FILHO (PV) – 91.669 – REELEITO

6º ZÉ CARLOS (PT) – 90.531

7º ZÉ REINALDO (PSB) – 86.728

8º PEDRO FERNANDES (PTB) – 85.507 – REELEITO

9º VICTOR MENDES (PV) – 85.034

10º JUSCELINO FILHO (PRP) – 83.955

11º JOÃO MARCELO (PMDB) – 83.847

12º WEVERTON ROCHA (PDT) – 81.161 – REELEITO

13º ALBERTO FILHO (PMDB) – 67.885 – REELEITO

14º WALDIR MARANHÃO (PP) – 66.274 – REELEITO

15º ANDRE FUFUCA (PEN) – 56.879

16º JOÃO CASTELO (PSDB) – 52.783

17º JUNIOR MARRECA (PEN) – 50.962

18º ALUISIO MENDES (PSDC) – 50.658

Para advogado Marcos Lobo, denúncia do PMDB pode anular eleição

marcos-lobo-200x300A denúncia de que o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão, conselheiro Edmar Cutrim, estaria usando a força do cargo para pressionar prefeitos e lideranças e influenciá-los a apoiar o candidato a governador Flávio Dino (PCdoB), da coligação “Todos pelo Maranhão”, pode culminar com uma ação de abuso de poder político contra o comunista ou com a anulação da eleição.

A opinião é do advogado especialista em Direito Eleitoral Marcos Lobo (foto). Segundo ele, no caso concreto cabe a proposição de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) para apurar suposto abuso, que pode ser protocolada na Justiça Eleitoral tanto pela coligação “Pra Frente, Maranhão”, encabeçada pelo candidato a governador Edison Lobão Filho (PMDB), quanto pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

“Claro que pode [ser anulada a eleição]. A denúncia é de que o presidente do TCE, no exercício do cargo, teria usado sua força política para pressionar gestores e líderes políticos e direcionar o apoio deles a um candidato. Nesse caso, pode ser proposta uma Ação de Investigação Eleitoral para apurar o abuso de poder político e, se confirmadas, tomadas as medidas cabíveis contra todos que porventura se tenham beneficiado da conduta ilegal”, declarou.

A AIJE deve ser protocolada pela coligação peemedebista ainda hoje. O mesmo deve ocorrer com a ação no Superior Tribunal de Justiça (STJ), por meio da qual a campanha de Lobão Filho solicitará o afastamento imediato do presidente do TCE e a reavaliação de contas julgadas pela Corte.

“A atitude do presidente do Tribunal de Contas coloca em xeque toda a disputa eleitoral, a imparcialidade das contas por ele julgadas e sua legitimidade para continuar à frente do TCE”, declarou a O Estado o deputado licenciado Ricardo Murad (PMDB).

FONTE: O Estado